Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ups, I have a home to care

Ups, I have a home to care

30
Abr18

Um bichinho chamado Piolho


Ups! I have a home to care

Este não é um post com um título bonito. Tal como não é bonito quando as nossas crianças trazem da escola um bilhetinho a avisar que há meninos na escola com pediculose. Pediculose? Piolhos?! E sabem o que ainda é pior? Encontrarmos destes bichinhos no cabelo dos nossos filhos.

Ter piolhos não é sinónimo de falta de higiene. Não de todo! E torna-se muito incomodativo, causando imensa comichão. E quando não detetados logo de início, propagam-se muito rápido.

É muito comum nas crianças, quase todas as crianças num momento ou outro "apanham" piolhos. É natural nas crianças, elas brincam umas com as outras e o contacto direto da cabeça é suficiente para que esta praga arranje nova cabeça para habitar. Nas escolas ocorre muito a partilha de chapéus, e isso é suficiente.

No caso da minha filha, o facto de ter eczema atópico, faz com que tenha uma maior facilidade de contágio.

 

Como detetar e tratar?

Devemos observar cuidadosamente o couro cabeludo ao primeiro alerta, seja ele um bilhetinho da escola ou uma comichão frequente. Os locais mais propícios para estes bichinhos é a nuca e atrás das orelhas.

Logo que se detete a presença de piolhos ou lêndeas é muito importante começar o tratamento de desinfestação.

Deve sempre procurar junto do seu farmacêutico, ou se for mesmo necessário num dermatologista, o champô ou loção mais apropriado. A este tratamento deve-se acrescentar ainda um pente específico para estes bichinhos. Há lêndeas e piolhos que conseguem resistir ao champô e o pente torna-se uma ajuda valiosa.

Muito importante, e para que todo o tratamento não seja em vão, toda a roupa de cama da criança, pijama e até o peluche com que dorme sempre abraçado devem ser lavados a temperatura nunca inferior a 60ºC.

Na maioria dos champôes e loções o tratamento deve ser repetido após alguns dias para erradicar os bichinhos resistentes.

 

Além dos tratamentos há ainda a opção de adquirir um pente eletrónico. Acreditem, na minha opinião, para quem tem filhos, este é um equipamento absolutamente essencial.

O importante é entendermos e fazermos o nosso filho entender que é normal ser contagiado por piolhos. Não significa que haja falta de higiene. Portanto não devem entrar em pânico quando são contagiados, muito menos ainda troçar de algum colega que esteja com piolhos.

 

 

3 comentários

Comentar post

Sigam-me

Passatempos na Internet

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D