Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ups, I have a home to care

Ups, I have a home to care

31
Dez15

Os meus desejos para 2016


Ups! I have a home to care

Acho que se 2015 passasse no radar seria multado pelo excesso de velocidade. Passou numa tal rapidez que mal deu tempo para parar, respirar fundo, retomar o fôlego e seguir em frente.

No geral 2015 foi um ano que não me trouxe grandes novidades. Falhei nos meus objetivos, não dei nenuma volta de 360º, não fiz mudança alguma. Deixei-me e acomodei-me na minha rotina. 2015 não foi o ano em que passei a praticar exercício diariamente, bem tentei, mas o esforço não durou mais de um mês. Não foi o ano em que passei a cuidar mais de mim, cuidar dos outros continuou a ser a minha prioridade. Em 2015 continuei a sacrificar a minha felicidade em prol dos caprichos de outros. A única decisão de 2015 que tomei e não abandonei foi o blog.

Para 2016 eu quero escrever um novo livro. Rasguei e queimei todas as páginas de 2015.

 

Em 2016 eu quero muito, vou correr atrás, vou procurar até a exaustão um trabalho que me garanta um ordenado no fim do mês, e que me torne independente fincanceiramente. É frustrante sentir-me dependente do ordenado do marido, por mais que ele diga que não me devo sentir assim, é inevitável.

Este ano será o ano da mudança. Desde que me lembro da minha adolescência, de quando passamos a gostar de nos sentir bonitas, surge uma núvem negra na lembrança. Sempre senti a necessidade de tapar o meu sorriso, por vergonha, constrangimento pelo sorriso que tinha. Este será o ano em que vou ganhar um novo sorriso, ou pelo menos começar o percurso. Irei ter uns dentes alinhados, e não precisarei mais esconder o sorriso, ou tapar a boca porque a comida me deixa a sangrar. Irei deixar para trás todos os anos em que na escola me chamaram de "dentes tortos". Acho que isso ainda foi o que me fez passar a ter mais vergonha.

Vou passar a pensar mais em mim, e menos em quem tem pouca ou nenhuma importância. Aprender a dizer Não!, sempre que sentir necessidade e parar de aceitar aquilo que não queria, só para não "ferir" alguém.

Em 2016 vou procurar ser melhor enquanto mãe, enquanto esposa, mas acima de tudo, vou procurar sentir-me uma mulher melhor.

 

Para todos vós, eu desejo que 2016 seja um ano de mudança. Desejo que todas as resoluções de novo ano não se percam no caminho, e que tenhamos todos a força de concretizar os nossos desejos. Para mim, para vós, eu desejo saúde, paz, amor, sucesso. 

Bom 2016 a todos

 

 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D