Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ups, I have a home to care

Ups, I have a home to care

26
Set18

O que tem a ver o post mais lido do blog com a crise?


Ups! I have a home to care

Hoje o post é um pouquinho diferente do habitual, hoje venho fazer uma espécie de "desabafo" sobre o post mais visto do blog. O post em questão é Vendas por catálogos - dar uma volta à crise

O título já diz tudo, não é verdade?

Todos os dias este é dos posts com mais visualiações por cá. Todos os dias alguém procura num motor de busca "Como dar uma volta à crise". Todos os dias! Todos os dias alguém vem parar a esse mesmo post em busca de ajuda para conseguir algum extra para pagar as contas.

E isto mostra que afinal, podemos até ir no rumo certo, mas ainda não chegamos lá. Ainda continuo a ver familiares e amigos a deixarem o seu país, as pessoas que amam, a largarem tudo em busca de um futuro melhor. Futuro esse que atualmente o nosso país não tem para nos oferecer, nem agora nem a médio prazo pelo menos.

Vimos números disfarçados, é a taxa de desemprego que diminui, não porque as pessoas tenham conseguido empregar-se mas sim porque simplesmente arregaçaram mangas, ganharam uma coragem que eu não sei se teria e partiram rumo ao desconhecido. Outros que, tal como eu durante anos e anos, que eram apenas um número de estatística no desemprego, mantêm-se desempregados à tempo suficiente para já nem valerem para estatística.

Vimos os grandes empresários do nosso país cada vez mais ricos, com margens de lucro completamente absurdas à custa de uma "escravidão" disfarçada. Disfarçada sim! Recebemos os nossos salários, ou deveríamos. Recebemos o nosso direito a férias e subsídios, ou deveríamos. Folgas? Talvez! Às vezes! Trabalhamos por turnos, dias e noites, fins de semana e feriados. Ter tempo para estar com a família passou a ser um luxo. Poder acompanhar a vida escolar dos nossos filhos é um luxo. Já nem falo em conseguir que as férias possam coincidir com o teu/tua companheiro/a e filhos.

Trabalhamos e trabalhamos, e no fim exigem sempre mais. Nunca alcanças a perfeição, nunca fazes o teu máximo pois aos olhos destes senhores que só pensam em margens de lucro tu podes sempre fazer mais. Tu deves sempre fazer mais! Se o fazes bem, não fizeste mais que a tua obrigação. Se o fazes mal és um incompetente. Importa é que se cumpram objetivos atrás de objetivos. Se os cumpres os prémios são para uns, não para ti. Se não os cumpres és o culpado.

Comprar casa para um casal jovem de classe média-baixa neste país é um sonho equiparado a vencer o Euromilhões. Mais rápido ganhas o Euromilhões do que consegues comprar ou construir uma casa com condições e digna para um dia passares os teus dias de velhice. Mas como poderia ser possível comprar uma casa se alugar um quarto é impossível? Alugar um quarto então é um luxo maior. Aqui já não falamos em Euromilhões, não! Alugar um quarto é um luxo tal que só é comparável com um bilhete de ida e volta à lua com alojamento em hotel 5 estrelas lá para os lados de Marte.

É este o caminho que o nosso país tem feito para tentar dar uma volta à crise. Rumo certo?? Não me parece! 

cats.jpg

 

2 comentários

Comentar post

Sigam-me

Passatempos na Internet

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D