Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ups, I have a home to care

Ups, I have a home to care

21
Abr20

#EstudoEmCasa e VideoAulas


Ups! I have a home to care

—Pngtree—office supplies for office study_4288

Créditos da Imagem: pngtree

Olá Upsies cá da casa. 

Ainda não tinha dito uma única palavra à cerca do vírus, acerca da quarentena, acerca do estado de emergência, acerca da minha sanidade mental enquanto funcionária de supermercado a trabalhar em pleo estado de contingência. Ainda não é hoje que vos falo sobre isso.

O momento existe muito esforço de todos, dos professores que precisam de se adaptar e que ao invés de alunos têm câmaras e computadores à frente. Os alunos têm que se adaptar a estas novas formas de ensino, fazer um esforço maior para conseguirem gerir horários de aulas em videoconferência, aulas na TV, datas para entrega de trabalhos e ainda conseguirem tempo para se abstrairem um pouco de tudo isto e brincarem que também é preciso. E os pais, uns em teletrabalho, outros no trabalho (com um volume de trabalho e esforço muito maior do que noutras alturas, como é o meu caso) a tentarem desdobrar-se entre essas tarefas, as tarefas domésticas e ainda armados em managers dos putos porque, verdade seja dita, eles não conseguem dar conta de tudo. 

Hoje consegui acompanhar as aulas do #EstudoEmCasa. Hoje já aprendi o que vestem os animais; a passar para o papel, ao estilo Picasso, as sensações que uma música nos transmite; viajei pela natureza, mesmo sem sair de casa; joguei futebol dentro de casa e não parti nada; treinei atletismo, entre tantas outras atividades que podia descrever.

Agora a sério, repito que tudo exige muito esforço, e apesar de tudo ter sido feito meio que "em cima do joelho" que é como quem diz "à pressa", os conteúdos até que são bons. Contudo, tendo em conta a rapidez com que algumas mensagens são passadas, ou as crianças têm uma vez mais acesso à net para re-consultarem os conteúdos ou uma box que lhes permita pôr em pausa quantas vezes seja necessário, ou então ficam às aranhas. E uma vez mais, cabe a nós pais garantir que eles saltam da aula do computador para a aula da TV e logo a seguir o contrário, e que nenhum apontamento fique por tirar.

Aproveito ainda para aconselhar algumas pessoas a aproveitarem a ferramenta e a "servirem-se" das aulas pela TV, pode ser que isso as ajude a tornarem-se um pouquinho mais cultas. Sorry!

E por aí como estão a ser ultrapassadas as barreiras no ensino?

Beijocas e cuidem-se!

 

 

 

Sigam-me

Ganhar uns trocos com Inquéritos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D