Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ups, I have a home to care

Ups, I have a home to care

18
Fev19

A minha filha vai ser boa aluna a Matemática


Ups! I have a home to care

Eu sei que sim. Como já escrevi por aqui, a minha filha entrou este ano para o 5º ano. No início do ano eu mal podia acreditar a miúda já cresceu tanto (e tão depressa), enquanto ela estava com medo de mudar para uma escola maior, cheia de pavilhões e de gente mais velha. Felizmente, agora ela já se adaptou perfeitamente e vou aceitando o facto de que ela está cada vez mais crescida e independente.

 

Agora, a minha maior preocupação é que ela tire boas notas e que comece um percurso escolar bem-sucedido. Se há disciplinas, como História ou Ciências Naturais, em que ela pode recuperar facilmente, em Português ou Matemática já não acontece a mesma coisa. Se ela começar a ficar “para trás”, é muito difícil recuperar e voltar a ter a boas notas.

 

Felizmente, em Português sinto que ela teve uma boa preparação na escola primária e dá muito poucos erros. Mas a Matemática vai-se complicando cada vez mais e ela nem  sempre quer fazer os exercícios quando chega a casa. Apesar de eu compreender que depois de tantas horas na escola não lhe apeteça fazer tantos trabalhos, a Matemática precisa de prática!

 

Ela vai fazer agora novos testes e concordamos esperar para ver como corre. Enquanto tirar boas notas, vamos deixar que se organize sozinha. A partir do momento em que as notas baixarem, vai para para uma explicação de Matemática. Pelo menos, com a ajuda de um explicador de Matemática, tenho a certeza que ela faz a quantidade de exercícios necessária para perceber a matéria.

 

Claro que já me conhecem e que estou sempre à procura de boas oportunidades - por isso, a Fixando é uma boa oportunidade de comparar orçamentos de explicadores de Matemática em Lisboa, explicadores de Matemática em Porto e em várias outras localidades do país.

14
Fev19

Neste dia dos namorados preciso de...


Ups! I have a home to care

Neste dia dos namorados não são precisas flores,

não são precisos presentes materiais,

bastam-me os teus beijos, os teus abraços 

aqueles que tornam não só o hoje, mas todos os dias especiais.

Não preciso de nenhum post numa rede social

quando é nosso o verdadeiro sentimento

Preciso estar contigo e que me faças sentir especial

aproveitar a teu lado todos os momentos.

O dia dos namorados é amor, é paixão 

é sentimento e fazer planos em casal

é mostrar-te que és o dono do meu coração 

amar é ser amada, fazer-te sentir e sentir-me especial.

image.png

Gráficos de pngtree.com

12
Fev19

Isto não é amor


Ups! I have a home to care

Porque o dia de S. Valentim se aproxima, porque para muitas mulheres e homens também o amor não são rosas, o amor não é algo bonito, é sim o oposto, é obscuro, aprisionador, dor, choro, revolta. Lembrem-se que isso não é amor. 

 

Lembras-te a primeira vez que o viste? Simpático, educado, atencioso... fazia-te sentir borboletas na barriga, os lábios ficavam dormentes sempre que o beijavas, as pernas bambas quando te abraçava.Vivias o sonho, a calmaria e o romance.

 

Fonte Imagem: https://www.noticiasaominuto.com/pais/311327/hoje-e-dia-de-marchar-basta-de-violencia-contra-as-mulheres

 

Até que um dia te levanta a voz e tu deixas, porque não lhe mandaste uma mensagem a dizer onde estavas, com quem estavas e do que falavam. Pensas que o faz porque se preocupa contigo e consentes.

Outro dia não te deixa sair à rua de saia, porque trabalhas num grupo maioritariamente masculino e de certo algum piropo te vão lançar e isso não é correto. És dele, não és de mais ninguém. Ninguém deve saber o quão bonita és. Pensas que o faz porque se preocupa contigo e consentes.

Maquilhagem? Porque precisas disso? Andas a querer enfeitar-te para alguém? Uma vez mais consentes, e embora quisesses muito colocar aquele batom vermelho não o fazes porque ele se preocupa muito contigo e acha que é melhor não o usares, não vá alguém notar que tens um lindo sorriso.

Até que um dia as amigas te chamam para um lanche, um jantar quem sabe, assim uma coisa só de miúdas. Tu queres tanto ir, precisas respirar, precisas sentir-te livre, mas tens medo de lhe dizer e tens medo que ele se preocupe contigo não é? Por outro lado tens medo de contar às tuas amigas o porquê de estares reticente e ponderares não ir. Ganhas coragem e avisas aquele que te fazia palpitar o coração, aquele que se preocupa contigo, dizes que só vão as tuas amigas mulheres e ele desconfia, levanta-te a voz e levanta-te a tua mão.

É isto o amor? Não! Ele não se preocupa contigo, nunca o fez!

Ele tem-te como uma coisa, que é dele e não pode ser partilhada. Tal como tem o telemóvel e não empresta a ninguém. 

Não permitas nunca que ele mande em ti. Nunca! Isto não é amor. É sentimento de posse, é doentio, é uma prisão. 

Liberta-te dessa relação que te sufoca. 

 

Valoriza-te. Tu és bonita, inteligente, usa batom sempre que quiseres, sai à rua de saia sempre que te apetecer. Dança na chuva, sai com as amigas, com os amigos também. Tem cabeça e respeita-te a ti própria acima de tudo. Isso é amor, o amor próprio. E tem amor próprio acima de tudo.

Ama-te! 

 

 

 

07
Fev19

Estarão os blogs a morrer?


Ups! I have a home to care

As redes sociais não param de inovar e a verdade é que aos poucos os blogs estão a morrer e a dar lugar a outras redes como o Instagram ou canais de Youtube. Será porque hoje em dia já ninguém quer perder 5 minutinhos do seu dia para ler um post, quando pode obter uma mensagem semelhante num vídeo de alguns segundos ou num vídeo com uma duração média de largos minutos em que não precisamos de ler porque alguém nos "fala" a mensagem? Sim! Acredito que esse seja o verdadeiro motivo. Ler já não é moda, logo ter um blog também não o é. 

Cada rede social tem o seu encanto, não sou contra o uso de nenhuma delas, aliás sou pela diversidade e prova disso será uma surpresa que vos estou a preparar.

Por vezes sinto que manter o blog é remar contra a maré, mas eu sou assim, sou do contra e irei continuar a remar contra a maré, só com um remo se for preciso. 

e8c2eb997e0ec84f80baca7d932d6d9b.png

Gráficos de pngtree.com

 

Imaginem que este post era uma storie do Instagram, a esta altura já tinham lido toda a mensagem numa curta frase e rolado para a storie seguinte, certo? Então é esse o ponto. Os blogs estão a morrer e a leitura também. Tal como morreu o Twitter quando decidiu aumentar o número de caracteres máximos por mensagem. Com a correria do dia a dia há lá tempo para ler um tweet com 280 caracteres, são segundos preciosos, e mais valiosos são os minutos que cada um de vocês levará a ler este post. Será que ainda o estão a ler??

Os blogs estão a morrer, tal como aconteceu com as revistas impressas em papel. Porque é que vou ler uma revista se a mesma fofoca está numa qualquer rede social com uma imagem e uma simples legenda que resume todo o texto (só que não)...

Imaginem-se numa sala de espera do médico, no corredor da escola para levantar as notas dos vossos filhos, no autocarro, na paragem, aqui e ali, pegam no smartphone e vão ler blogs?? Claro que não, o Instagram é mais instantâneo e a nossa geração gosta de coisas instantâneas. É mais rápido, logo sobra mais tempo, logo é melhor. Não digo que não o seja de facto, mas no meu mundo há espaço para todos.

Os blogs podem ainda não ter morrido, mas estão em cuidados paliativos. Um post sai e demora eternidades até ter uma reação, um comentário ou uma simples partilha. Já uma foto no Insta em segundos tem montes de interações. 

Precisamos de nos manter atualizados e acompanhar as tendências, mas o vintage também é moda, certo? Então é isso, dentro de dias o blog passará a ter uma conta no Instagram ainda assim serei uma modernista vintage (será que isso existe 😂?). Porque como disse, continuarei a remar e a tentar levar o blog a bom porto.

 

Sigam-me

Ganhar uns trocos com Inquéritos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D