Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ups, I have a home to care

Ups, I have a home to care

20
Out19

Starbucks Chilled Classics - Campanha TRND


Ups! I have a home to care

O site da TRND já não é novidade aqui mo blog tal como as oportunidades que nos proporciona.

Desta vez fui seleccionada para testar os novos sabores da Starbucks - Chilled Classics 😋 e deixem-me que vos diga que adorei todos!!!

IMG_20191007_154337.jpg

Sim, todos!! São 5 variedades diferentes:

🥤 Cappuccino

🥤Caramel Machiato

🥤Caffe Latte

🥤Skinny Latte (versão sem lactose)

🥤Signature Chocolate

Não sei se convosco é o mesmo, mas eu só de ouvir o nome Starbucks viajo imediatamente em grandes filmes, viajo até às ruas de Nova Iorque, frio, neve, um casaco quentinho e um Starbucks na mão. Digam lá que não vos acontece o mesmo. Todos com quem partilhei estas deliciasinhas também viajaram comigo.

Esta gama é feita 100% por café arábico de culturas e sustentáveis e comércio justo, digam lá que só po isto não os torna logo ainda mais apetecíveis.

São sem glúten, tem a versão sem lactose e o copo da bebida é reciclável. 

Podem encontrar qualquer um destes sabores nos grandes supermercados, postos de combustível e lojas de conveniência a preços muito apetecíveis.

O que me dizem??

Se também já experimentaram, ou simplesmente se ficaram curiosos e com muita vontade de experimentar, peço a vossa ajudinha no preenchimento deste mini questionário. É rápido :) TRND - Starbucks

Com o friozinho que está lá fora, há melhor programa para uma tarde de domingo do que um bom filme e um starbucks a acompanhar??

13
Abr19

Dia do beijo


Ups! I have a home to care

Beijo Bom (Bruno Caliman / Rafael Torres / Paula Fernandes)

 

Quantas você já amou? Poucos amei e bem sei

Quando me lembro de alguém só dá você

Quantas você já beijou, eu só beijei quem amei

Mas se juntar quem amei não dá você

O que é que você tem, hein? Que os outros não têm

De onde você vem, hein? Vem...

 

Sabe um beijo bom, o seu

Um abraço bom, o seu

E olha o que aconteceu

Deu certinho com o meu

18
Fev19

A minha filha vai ser boa aluna a Matemática


Ups! I have a home to care

Eu sei que sim. Como já escrevi por aqui, a minha filha entrou este ano para o 5º ano. No início do ano eu mal podia acreditar a miúda já cresceu tanto (e tão depressa), enquanto ela estava com medo de mudar para uma escola maior, cheia de pavilhões e de gente mais velha. Felizmente, agora ela já se adaptou perfeitamente e vou aceitando o facto de que ela está cada vez mais crescida e independente.

 

Agora, a minha maior preocupação é que ela tire boas notas e que comece um percurso escolar bem-sucedido. Se há disciplinas, como História ou Ciências Naturais, em que ela pode recuperar facilmente, em Português ou Matemática já não acontece a mesma coisa. Se ela começar a ficar “para trás”, é muito difícil recuperar e voltar a ter a boas notas.

 

Felizmente, em Português sinto que ela teve uma boa preparação na escola primária e dá muito poucos erros. Mas a Matemática vai-se complicando cada vez mais e ela nem  sempre quer fazer os exercícios quando chega a casa. Apesar de eu compreender que depois de tantas horas na escola não lhe apeteça fazer tantos trabalhos, a Matemática precisa de prática!

 

Ela vai fazer agora novos testes e concordamos esperar para ver como corre. Enquanto tirar boas notas, vamos deixar que se organize sozinha. A partir do momento em que as notas baixarem, vai para para uma explicação de Matemática. Pelo menos, com a ajuda de um explicador de Matemática, tenho a certeza que ela faz a quantidade de exercícios necessária para perceber a matéria.

 

Claro que já me conhecem e que estou sempre à procura de boas oportunidades - por isso, a Fixando é uma boa oportunidade de comparar orçamentos de explicadores de Matemática em Lisboa, explicadores de Matemática em Porto e em várias outras localidades do país.

14
Fev19

Neste dia dos namorados preciso de...


Ups! I have a home to care

Neste dia dos namorados não são precisas flores,

não são precisos presentes materiais,

bastam-me os teus beijos, os teus abraços 

aqueles que tornam não só o hoje, mas todos os dias especiais.

Não preciso de nenhum post numa rede social

quando é nosso o verdadeiro sentimento

Preciso estar contigo e que me faças sentir especial

aproveitar a teu lado todos os momentos.

O dia dos namorados é amor, é paixão 

é sentimento e fazer planos em casal

é mostrar-te que és o dono do meu coração 

amar é ser amada, fazer-te sentir e sentir-me especial.

image.png

Gráficos de pngtree.com

12
Fev19

Isto não é amor


Ups! I have a home to care

Porque o dia de S. Valentim se aproxima, porque para muitas mulheres e homens também o amor não são rosas, o amor não é algo bonito, é sim o oposto, é obscuro, aprisionador, dor, choro, revolta. Lembrem-se que isso não é amor. 

 

Lembras-te a primeira vez que o viste? Simpático, educado, atencioso... fazia-te sentir borboletas na barriga, os lábios ficavam dormentes sempre que o beijavas, as pernas bambas quando te abraçava.Vivias o sonho, a calmaria e o romance.

 

Fonte Imagem: https://www.noticiasaominuto.com/pais/311327/hoje-e-dia-de-marchar-basta-de-violencia-contra-as-mulheres

 

Até que um dia te levanta a voz e tu deixas, porque não lhe mandaste uma mensagem a dizer onde estavas, com quem estavas e do que falavam. Pensas que o faz porque se preocupa contigo e consentes.

Outro dia não te deixa sair à rua de saia, porque trabalhas num grupo maioritariamente masculino e de certo algum piropo te vão lançar e isso não é correto. És dele, não és de mais ninguém. Ninguém deve saber o quão bonita és. Pensas que o faz porque se preocupa contigo e consentes.

Maquilhagem? Porque precisas disso? Andas a querer enfeitar-te para alguém? Uma vez mais consentes, e embora quisesses muito colocar aquele batom vermelho não o fazes porque ele se preocupa muito contigo e acha que é melhor não o usares, não vá alguém notar que tens um lindo sorriso.

Até que um dia as amigas te chamam para um lanche, um jantar quem sabe, assim uma coisa só de miúdas. Tu queres tanto ir, precisas respirar, precisas sentir-te livre, mas tens medo de lhe dizer e tens medo que ele se preocupe contigo não é? Por outro lado tens medo de contar às tuas amigas o porquê de estares reticente e ponderares não ir. Ganhas coragem e avisas aquele que te fazia palpitar o coração, aquele que se preocupa contigo, dizes que só vão as tuas amigas mulheres e ele desconfia, levanta-te a voz e levanta-te a tua mão.

É isto o amor? Não! Ele não se preocupa contigo, nunca o fez!

Ele tem-te como uma coisa, que é dele e não pode ser partilhada. Tal como tem o telemóvel e não empresta a ninguém. 

Não permitas nunca que ele mande em ti. Nunca! Isto não é amor. É sentimento de posse, é doentio, é uma prisão. 

Liberta-te dessa relação que te sufoca. 

 

Valoriza-te. Tu és bonita, inteligente, usa batom sempre que quiseres, sai à rua de saia sempre que te apetecer. Dança na chuva, sai com as amigas, com os amigos também. Tem cabeça e respeita-te a ti própria acima de tudo. Isso é amor, o amor próprio. E tem amor próprio acima de tudo.

Ama-te! 

 

 

 

07
Fev19

Estarão os blogs a morrer?


Ups! I have a home to care

As redes sociais não param de inovar e a verdade é que aos poucos os blogs estão a morrer e a dar lugar a outras redes como o Instagram ou canais de Youtube. Será porque hoje em dia já ninguém quer perder 5 minutinhos do seu dia para ler um post, quando pode obter uma mensagem semelhante num vídeo de alguns segundos ou num vídeo com uma duração média de largos minutos em que não precisamos de ler porque alguém nos "fala" a mensagem? Sim! Acredito que esse seja o verdadeiro motivo. Ler já não é moda, logo ter um blog também não o é. 

Cada rede social tem o seu encanto, não sou contra o uso de nenhuma delas, aliás sou pela diversidade e prova disso será uma surpresa que vos estou a preparar.

Por vezes sinto que manter o blog é remar contra a maré, mas eu sou assim, sou do contra e irei continuar a remar contra a maré, só com um remo se for preciso. 

e8c2eb997e0ec84f80baca7d932d6d9b.png

Gráficos de pngtree.com

 

Imaginem que este post era uma storie do Instagram, a esta altura já tinham lido toda a mensagem numa curta frase e rolado para a storie seguinte, certo? Então é esse o ponto. Os blogs estão a morrer e a leitura também. Tal como morreu o Twitter quando decidiu aumentar o número de caracteres máximos por mensagem. Com a correria do dia a dia há lá tempo para ler um tweet com 280 caracteres, são segundos preciosos, e mais valiosos são os minutos que cada um de vocês levará a ler este post. Será que ainda o estão a ler??

Os blogs estão a morrer, tal como aconteceu com as revistas impressas em papel. Porque é que vou ler uma revista se a mesma fofoca está numa qualquer rede social com uma imagem e uma simples legenda que resume todo o texto (só que não)...

Imaginem-se numa sala de espera do médico, no corredor da escola para levantar as notas dos vossos filhos, no autocarro, na paragem, aqui e ali, pegam no smartphone e vão ler blogs?? Claro que não, o Instagram é mais instantâneo e a nossa geração gosta de coisas instantâneas. É mais rápido, logo sobra mais tempo, logo é melhor. Não digo que não o seja de facto, mas no meu mundo há espaço para todos.

Os blogs podem ainda não ter morrido, mas estão em cuidados paliativos. Um post sai e demora eternidades até ter uma reação, um comentário ou uma simples partilha. Já uma foto no Insta em segundos tem montes de interações. 

Precisamos de nos manter atualizados e acompanhar as tendências, mas o vintage também é moda, certo? Então é isso, dentro de dias o blog passará a ter uma conta no Instagram ainda assim serei uma modernista vintage (será que isso existe 😂?). Porque como disse, continuarei a remar e a tentar levar o blog a bom porto.

 

26
Jan19

Compras online - Maquillalia


Ups! I have a home to care

A Maquillalia ou Maquibeauty é uma perfumaria espanhola, à semelhança de outras que já vos falei por cá.

Recordo-vos que podem ver todos os feedbacks feitos no blog sobre experiências de compra online aqui (irei colocar lá o link deste post também) - Compras online - onde comprar, como comprar? 

Esta foi a minha primeira encomenda no site https://www.maquibeauty.pt/

O registo é simples e intuitivo, tem artigos com descontos bastante interessantes e os portes são grátis em encomendas com valor mínimo de 19€, com os preços que se vêm por lá é difícil ficarem-se só por esse valor. 

Como era a minha primeira encomenda não fui muito além do valor mínimo, mas agora que a encomenda chegou garanto que este é um site onde voltarei a comprar e irei com certeza perder a cabeça 🤣🤣

IMG_20190124_092148.jpg

A encomenda foi feita num timing errado, ou seja, fiz a encomenda na sexta ao final do dia, com isto entra o fim de semana e a entrega acabou por se atrasar um pouquinho. Escolhi receber a minha encomenda pela transportadora MRW. Chegou hoje, tudo direitinho e bem acondicionado.

IMG_20190124_092214.jpg

As comprinhas da Maquillalia trazem uma oferta, neste caso tive direito a dois mimos, um mini pacote de gomas Haribo e uma amostra da máscara Hair Food da Fructis (estou desejosa por testar).

IMG_20190124_092230.jpg

Depois os artigos encomendados, um Kit de Máscara + Sérum Tratamento da UniOne e uma paleta de sombras (foto sem grande qualidade, mas a paleta tem cores lindas)

Set UniqOne

Paleta aqui

IMG_20190124_092406.jpgIMG_20190124_092310.jpg

Paguei as compras com Paypal sem pagar mais por isso. 

Num outro post falo-vos de cada um dos artigos que comprei, até porque ando a algum tempo a querer falar-vos da maravilha que é este kit da UniqOne, mas este post é destinado à minha experiência de compra e essa sim, correu a 100%. Recomendo! Vou voltar a comprar aqui com certeza.

 

24
Jan19

Ganhar uns trocos extra com questionários - Dar uma volta à crise


Ups! I have a home to care

296.jpg

Designed by Iconicbestiary

Por vezes é difícil ginasticar o orçamento familiar, o dinheiro mal chega para pagar as contas e vamos deixando de lado pequenos mimos a que não nos podemos dar ao luxo. Eu sei disso, eu vivo isso. Comprar um artigo de maquilhagem, um elemento de decoração para a casa, uma camisola nova, não são prioridades por isso vão sendo colocados de lado. Ou até caso o salário não chegue mesmo para pagar as contas.

Através do preenchimento de inquéritos, online, por telefone, presenciais, visitas como cliente mistério, poderás conseguir uns trocos extra. Eu estou inscrita em várias plataformas e preencho ativamente os quetsionários sempre que os tenho disponíveis. É daqui que tiro um dinheirinho extra para comprar os meus miminhos - maquilhagens, bijuteria, roupa e até decoração para a casa. Alguns dos prémios que ofereci aqui no blog foram pagos com dinheiro que recebi como pagamento pelo preenchimento de inquéritos.

Deixo-vos as plataformas que utilizo para o preenchimento de inquéritos, sendo que uns são mais "generosos" que outros e há maior facilidade de resgatar saldo. Sempre que descobrir uma nova plataforma tentarei manter o post atualizado, se conhecerem alguma que não mencione aqui podem podem deixar nos comentários do post.

 

Mobrog - já fiz 6 resgates deste site, num total de 30€

Hiving - 1 resgate de 5€ feito e outro quase, quase a sair

Opiniões de Valor - 2 resgates, num total de 20€

Sua Opinião Conta - 2 resgates, num total de 20€

Painel Questionários Online - 1 resgate de 15€

Netsonda - 1 resgate de 25€

Data Diggers - Quase a completar 1 resgate de 10€

Multidados - Ainda sem nenhum resgate a referenciar

Global Test Market - Registei-me à pouco tempo e estou quase a completar um resgate de 10€

Hintwave - Ainda não completei nenhum restate

Marketagent - Quase a concluir o 1º resgate

BAP Portugal - Nenhum resgate ainda

Toluna - Embora seja possível resgatar saldo, aqui já troquei os pontos por prémios (pens, pinceis de maquilhagem)

Cashcrate - Quase a completar o 1º resgate

 

Além destes há a Nicequest que só funciona por meio de convite.

 

22
Jan19

Petição pública pelo encerramento dos Shoppings ao domingo


Ups! I have a home to care

Imagem  retirada da página da Petição

Nunca fiz um post do género no blog, mas está a decorrer uma Petição Pública que me toca pessoalmente. No fundo sei que não passará de uma petição, uma entre muitas que já foram feitas para o mesmo tema, e o tratamento dado será infelizmente o de não fazer nada. Infelizmente!

Apresento-vos a Petição a que me refiro: Pelo encerramento dos shoppings aos domingos

Esta petição apela ao encerramento dos grandes centros comerciais em Portugal, ao domingo. 

Será que realmente precisamos de ter um shopping aberto todos os dias da semana, das 10h da manhã às 23h/00h? 

Deixaríamos nós de fazer compras ou de ter em casa o necessário se os shoppings em Portugal encerrassem ao domingo? 

Deixaríamos de ir ao shopping se durante a semana ele encerrasse às 21h e não mais tarde? 
A resposta é NÃO. NÃO. NÃO. 

Ninguém deixaria de frequentar estas superfícies, ninguém deixaria de comprar. Quem não puder ir hoje, irá amanhã. Ou depois de amanhã. Fomos educados e habituados a ter grandes superfícies abertas 7 dias por semana, mas esta é uma medida interesseira e nada civilizada. 

São milhares e milhões de pessoas que ao domingo se enfiam dentro dos shoppings para "passear", esquecendo-se de que passear é um conceito diferente. O tempo em família é cada vez mais escasso e o único dia que está destinado para ela, acaba por ser passado de forma pouco saudável, de forma fechada. 

Com o encerramento dos shoppings ao domingo as pessoas seriam confrontadas com um novo desafio (que já acontece noutros países e a um dos factores a que nós chamamos "qualidade de vida"): passar tempo em família ao ar livre! Fortalecer a comunicação entre pais e filhos, entre amigos, entre casais, entre conhecidos! Estimular a vida da cidade! Apoiar os comércios locais! 

Durante o tempo que vivi lá fora, Lyon segunda maior cidade de França, percebi que quando dizemos que lá fora é que há "qualidade de vida", na maioria das vezes estamos enganados em relação aos motivos que causam essa qualidade. É óbvio que a diferença de salários é enorme e que lá há de facto mais poder de compra. Ainda assim, com mais poder de compra, os shoppings estão encerrados ao domingo. Porquê? Porque eles dão mais importância aos pic nics no parque, no lago, aos passeios pelo centro histórico, ao gelado na esplanada, ao passeio de bicicleta à beira rio... todas aquelas imagens bonitas que por vezes vemos em filmes. A tal "qualidade de vida". 

O salário é importante sim, mas os valores pelos quais nos regemos é que fazem a diferença. 

O encerramento dos shoppings ao domingo afecta a nossa qualidade de vida? A resposta é SIM! Para melhor, para muito melhor... 
Uma vez mais, realcemos que ninguém deixará de ter a sua blusa, as suas calças ou a mala apenas porque o shopping está encerrado ao domingo. As pessoas rapidamente se habituariam aos novos horários e organizariam as suas vidas e as suas visitas ao shopping. Poucos meses depois, quando nos lembrássemos que antes tínhamos o shopping aberto ao domingo o nosso pensamento seria algo parecido com " Isso era completamente descabido, ainda bem que mudou". 

Por último, mas não menos importante, estaríamos a contribuir para que os trabalhadores de shopping tenham também horários mais humanos, mais equilibrados. Há um longo caminho a percorrer na igualdade e justiça dos trabalhadores do nosso país, em todas as áreas é verdade, mas com esta medida, estaríamos a dar já um passo GIGANTE nesse sentido. 

 

Este é o texto que acompanha a petição, petição que já assinei e voltaria a assinar. Identifico-me em cada palavrinha que acompanha a petição. Recordemos que à uns anos atrás os hipers/supers de grandes dimensões eram  obrigados a encerrar ao domingo da parte da tarde, isto mudou com a justificação de que mais horas de serviço iam significar mais postos de trabalho. Isso verificou-se? Não! A precariedade de quem trabalha nestes espaços só aumenta, como é óbvio não posso generalizar, há excepções, raras, mas quero acreditar que existem. Mas dizia eu que a precariedade aumentou, fazes um, dois contratos no máximo e vais à tua vida, trabalhas em horários absurdos, vives no trabalho e visitas a tua casa e recebes salários que vão dando para sobreviver. Acompanhar o dia-a-dia de um filho é um luxo a que muitas das pessoas que trabalham nestes espaços comerciais não têm direito. Eu sei que tu que não trabalhas nos shoppings, nos super e hipermercados, trabalhas de segunda a sexta, das 9 às 18 horas não tens outra hora, outro dia, para ir ao supermercado que não ao sábado ou ao domingo. Mas pensa bem, tu vais com a tua família, tranquilo, "passear" a tarde inteira do domingo para o Shopping, podes ser um cliente simpático ou nem por isso, depende de como te correu a manhã, queres é que o funcionário da loja te atenda com um sorriso, seja simpático, ignore qualquer resposta torta que lhe dês, te avie com rapidez e agilidade e ainda se despeça com um "Obrigado! Volte sempre!". E sim, o funcionário estará lá (ou deverá estar) de sorriso rasgado, simpático e prestável, atender-te e ajudar-te em tudo o que precisares, esse funcionário sabe a hora a que entrou ao serviço mas não sabe a que horas irá sair, não sabe se ainda chegará a casa a tempo para dar um beijo de boa noite ao filho, não sabe se ainda o apanhará acordado sequer. E tu segues com a tua família. Não te preocupas que o fecho da loja tenha sido dado à 20 minutos atrás, tu que trabalhas de segunda a sexta das 9 às 18 horas, só tiveste tempo para ir ao supermercado às 21:00 de domingo. E se fosses tu no lugar daquele funcionário? 

Portugal diz-se um país desenvolvido, mas ainda temos um longo percurso pela frente até nos equipararmos a outros países da Europa. Também os há piores, há sempre algém pior que nós. Mas aqui, e digo-o por vivência própria, digo-o com conhecimento de causa, ter tempo para a família é um luxo. Eu que gozo de folgas rotativas passo um mês inteiro a gozar folgas durante a semana, quando a minha filha está na escola e o meu marido no seu trabalho. É isto passar tempo de qualidade com a família?

Espero do fundo do coração que esta petição não morra por aqui, e alguma medida seja tomada. Uma vez mais com as minhas palavras não quero nem estou a generalizar. Mas como referi eu vivencio tudo isto no meu dia a dia, todos os dias. Todos os dias alguém, que por sinal até é alguém que saiu sempre à várias horas do serviço (quando o tem) vai ao supermercado a 5 minutos do fecho e faz as suas compras de carrinho tranquilo da vida. E nós ali, à espera, e a nossa família em casa, à espera também. Se te revês como cliente nestas atitudes, pensa nisto que te digo, por favor. E desculpa se às vezes não te atendo com um sorriso no rosto, se às vezes não sou tão simpática e prestável quanto desejavas, desculpa se não tiveste o atendimento exímio e exemplar que desejavas enquanto "passeavas" com a tua família. Desculpa!

17
Jan19

Estamos a criar bebés de estufa


Ups! I have a home to care

560354-PKRCEW-104.jpg

Designed by Freepik

 

Nunca fui de extremos, não sou de 8 nem de 80, posiciono-me ali pelos 45/50 da tabela em quase tudo na vida. Talvez o facto de ter sido mãe muito nova, muita imaturidade e inexperiência fizeram de mim a mãe que sou, mas sabem uma coisa? Modéstia à parte acho que tenho vindo a ser uma boa mãe, uns dias melhor noutros pior, mas deixei a minha filha crescer ao ritmo dela, estimulei-a nesse crescimento, dei-lhe espaço para aprender a brincar, deixei que se sujasse, que mexesse na terra, deixei-a correr descalça...deixei-a ser criança!

 

Vivemos na era desinfetante. Tudo em casa está de tal forma limpo e desinfetado que parece que entramos em laboratórios médicos. Esterilizamos mil e uma coisinhas, o biberão, a chupeta, a corrente da chupeta, a colher, o prato, o copo, a borrachinha das gengivas, as roupas completamente limpas sem uma pinga de papa ou leite azedo. Vai chegar o dia que nos desinfetamos a nós antes de pegarmos nos nossos bebés. Não, também não sou a favor que o bebé ande sujo, a casa não tenha higiene, os cuidados mínimos por favor.

Nunca comprei um estirilizador quando a minha filha era bebé. Fervia os biberões numa panela com água, o mesmo para as chuchas. A casa era limpa com a mesma frequência de limpeza antes da gravidez e a mesma de hoje, 10 anos depois, limpa sem exageros, sem a necessidade de desinfetar tudo o que é superfície não vá o bebé colocar a mão ali. A minha filha andava descalça, em casa, no parque, na horta dos avós. Gatinhava enquanto comia a bolachinha que trazia na mão. No parque, à altura ainda em areia, corria, brincava sentada e trazia quilos de areia para casa.

Não sou a mãe que faz tudo ao filho, sou a mãe que ajuda o filho a fazer tudo! Sim, há uma grande diferença. Eu sei que é mais fácil sermos nós a apanhar os bonecos espalhados pela sala e deixar-mos quietinhas as nossas crianças, mas é melhor para as nossas crianças serem elas a fazê-lo e saberem que podem contar com a nossa ajuda. Quando eles crescem e trazem trabalhos da escola, é mais fácil dar-lhes as respostas certas, mas para eles é melhor serem eles a fazer, corrigir, apagar as vezes que forem precisas, até que, com a nossa ajuda, as respostas fiquem certas porque eles aprenderam de verdade.

Estamos a criar bebés de estufa que não saem à rua porque está de chuva, porque está sol, porque está frio e porque está calor. Não saem. Vale mais a pena ficar em casa a olhar para a televisão o dia inteiro ou agarrado ao tablet?

A minha filha saiu quando chovia, ficou em casa a ver TV também, saiu quando estava sol, ouvia músicas no tablet, tudo tem um peso e uma medida. O 8 e o 80 não são as medidas certas.

Sigam-me

Ganhar uns trocos com Inquéritos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D