Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ups, I have a home to care

Ai Popota... quem te viu e quem te vê...

Eu sou do tempo da Leopoldina, vibrava com a sua música, a mesma todos os anos mas que ninguém sentia necessidade de mudar. Todas as crianças a cantavam... digam lá que a música não vos vem à cabeça  ♫ ♩♫ Bem vindos ao mundo encantado dos brinquedos, onde há reis, princesas, dragões.... ♫ ♩♫ lá lá...

Mas eis que um dia tudo muda. Uma tal de Popota surge e atira com a Leopoldina para uma qualquer fila de centro de emprego deste país, onde foi depois recontratada para voltar às lojas para vender bolachas e bombons, numa misão muito nobre. A Popota é em tudo diferente da Leopoldina, passa-nos uma imagem de brilho, glamour, fama, excentricidade (isto aos meus olhos) enquanto que a Leopoldina fazia-nos partir à aventura, à descoberta de coisas novas, era para todos. 

Gostando ou não da Popota, a verdade é que ela nos habituou a um hit novo todos os anos. É um acontecimento familiar a estreia da música de Natal da Popota, apostam-se nos temas possíveis para a música, trauteiam-se letras possíveis.

Ontem, família toda reúnida, pipocas na mão, as casas de aposta ao rubro onde todas as odes indicavam que ia ser uma versão despacito. Eis que... ♫ ♩♫Ela é linda neste Natal yeah...♫ ♩♫ 

Então Popota? Esperava mais de ti. Se queres ser uma estrela pop não é este o caminho. Não é não. 

#somostodosLeopoldina #Leopoldinanocomando #diznaoaPopota #queremosaLeopoldina

 

Encontrei este video pelo Youtube, simplesmente A-D-O-R-O