Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ups, I have a home to care

Campanha Youzz Knorr® Noodles + Passatempo

 Já vos falei aqui da plataforma Youzz, e das suas campanhas de experimentação. Uma vez mais fui seleccionada para uma das campanhas a decorrer.

A campanha é a dos Noodles da Knorr®.

Cá por casa somos apreciadores de noodles, no entanto nunca experimentamos os da gama Knorr. Hoje será o jantar, irei tirar fotos e, só aí, irei dar o meu feedback do produto. Com certeza serão deliciosos, ou não fossem Knorr®. 

Os Noodles da Knorr® estão disponíveis em doses individuais e em 4 sabores diferentes:

Tentação de Galinha;

Delírio de Cogumelos;

Atracção de Queijo;

Pecado de Tomate.

 

Já me cresce água na boca...

Os Noodles da Knorr® podem ser preparados como sopa ou como massa. O escolhido para hoje será o Pecado de Tomate. 

 

SAM_1939.JPG

 

 

E agora o melhor, alguns dos vales já foram distribuidos pessoalmente mas tenho 12 vales para oferecer a 4 seguidores do blog (3 para cada um). 

O passatempo tem início dia 1 de Agosto e irá até às 12horas do dia 1 de Setembro.

Os passos são simples:

- Colocar like na página do blog - Ups! I have a home to care

- Partilhar publicamente o passatempo (opção diária)

- Comentar o post do passatempo.

- Votar na minha foto na galeria da youzz - aqui

- Comenta outro post, que não o do passatempo, no blog. Deixa o link do post que comentaste (opção diária)

- Comenta, partilha, interage na página do facebook do blog. Deixa o link do post em que o fizeste (opção diária)

 

Participem aqui ou  aqui: a Rafflecopter giveaway 

26 de julho - Dia dos Avós

Diz-se que na casa deles se pode tudo. Diz-se que pais educam e eles estragam. Diz-se que são pais duas vezes... diz-se que são AVÓS.

Infelizmente, não estou tantas vezes, quanto as que queria, junto dos meus avós, mas nem por isso gosto menos deles. Já a minha filha, convive diariamente com os avós e eles são essencias para ela ser a menina que é. 

Avós são nossos pais duas vezes, e devemos sempre amá-los muito. Devemos torná-los presentes no dia-a-dia dos nossos filhos sempre que possível. 

Beijinho a todos os avós do mundo :-* 

 

Dia-dos-Avós.png

Fonte da imagem: http://novageracaocamacari.com.br/2014/07/dia-dos-avos/#!prettyPhoto

DIY - Mala Doutora Brinquedos

Hoje falo-vos sobre uma das minhas paixões: trabalhos manuais. Adoro a possibilidade e com as minhas próprias mãos criar coisas, dar nova vida a materiais velhos, a possibilidade de criar. Adoro todo o tipo de trabalhos manuais mas no topo das minhas preferências está a pintura em tecido. Mas não é pintura em tecido que hoje vos mostro :P

Um dia destes, a minha filha dizia-me que gostava muito de receber a mala da doutora brinquedos. Ela tem já idade para perceber a noção de caro e barato, e eu tentei explicar-lhe que se pelo Natal eu continuasse desempregada não havia possibilidades de lhe oferecer isso, mas se eu já trabalhasse, estava prometido como presente. Ela abraçou-me forte e disse "Esquece mãe, és a melhor mãe do mundo e isso é o melhor presente!" <3 Derreti-me!

Aquilo andou-me às voltas na cabeça e lembrei-me, porque não ser eu a fazer-lhe a mala da doutora brinquedos? Será feita com muito amor, e terá muito mais valor. Esta noite enquanto ela dormia, eu costurava feltro, colava EVA, enchia-me de purpurinas, tudo para quando ela acordasse, a surpresa estar pronta para ela. 

Ficou bonito o resultado final, artesanal, feito com muito amor. E não gastei mais que 5€ a fazer.

SAM_1926.JPG

 

SAM_1927.JPG

 

SAM_1928.JPG

 

SAM_1929.JPG

 

SAM_1931.JPG

 

Bolinhos de canela

Ontem partilhei convosco, na página do facebook, o que estava a preparar para o pequeno almoço de hoje e prometi-vos a receita. Ei-la aqui, são deliciosos estes bolinhos. Como só eu é que gosto de canela cá em casa, só nos meus é que se aplicou a canela, nos restantes foi seguida toda a receita, menos a canela no final.

Usei Becel Pro-activ líquida, uma opção mais saudável e igualmente saborosa para usar nos bolos e outros cozinhados.

SAM_1911.JPG

 

Ingredientes:

- 125 ml. de Becel Cozinha;

- 100 gr. de açúcar;

- 1 ovo;

- 300 gr. de farinha;

- Canela a gosto

 

Modo de preparação:

Numa tigela funda, bata o ovo com o açúcar, e junte a manteiga.

A seguir, adicione, pouco a pouco, a farinha e um pouco de canela em pó, trabalhando sempre a massa para não formar grumos. Amasse bem, até conseguir uma massa homogénea e que não pegue nos dedos.

Molde os bolinhos a gosto, e coloque-os num tabuleiro untado e forrado de papel vegetal. 

Leve a forno pré-aquecido, a cerca de 180ºC até dourarem.

Depois de cozidos, disponha os bolinhos numa travessa e polvilhe de canela. (Esta foi a fase que só fiz nos bolinhos que eu comi).

 

São deliciosos, e ótimos para entreter as crianças na cozinha a amassar e moldar estes bolinhos.

 

 

 

 

Review Lisap

Estou a usar um kit da Lisap, composto por um champo para cabelos finos e sem brilho e ainda uma mousse da mesma coleção.

Só com a caixinha onde vinha o kit fiquei de olhos arregalados. Sim, mesmo antes de começar a experimentar já estava a adorar. Tão giro que me deu logo ideias que para uma data especial este seria um presente muito bom. Elegante, feminino e útil acima de tudo.

 

Começou a aventura com Lisap, hoje comecei a usar e vamos ver. O meu cabelo é imensamente oleoso, tenho de ter mil cuidados com ele para atenuar essa característica. Confesso que nos últimos tempos me descuidei um pouco com ele, e já andava à espera do dia em que iria ouvir o meu cabelo gritar por socorro. Mas antes de isso acontecer, o socorro chegou :D

 

Desde a primeira aplicação dos produtos Lisap, confesso que me apaixonei. Sinto o cabelo "soltinho", quem tem cabelo oleoso perceberá o que é sentir isto eheheh.  E o cheirinho?? Hum, uma delicia. Um cheiro suave irresistivel.

Definitivamente, estou a adorar estes dois produtos. O meu cabelo está mais brilhante, saudável e leve. Ganhou volume e essencialmente, está tão macio. Macio mesmo, é incrivel tocar no cabelo. Nunca nenhum, em tantos produtos capilares que já usei, deixou o meu cabelo assim.

Oleosidade e caspa são duas características persistentes no meu cabelo. E a gama da Lisap para cabelos oleosos superou todas as espetativas em relação a esse "problema".

 

3 março - lisap

 

 

 

Gelado cremoso de chocolate

Num destes dias de calor, dei por mim a olhar para a minha filha a comer um gelado e a pensar na quantidade de coisas que fazem parte da constituição daquele gelado. Ocorreu-me de imediato passar a fazê-los em casa, ou pelo menos fazer a experiência, e ver se conseguia gelados mais saudáveis (pelo menos que os que se compram feitos) e igualmente saborosos.

Procurei pelas centenas de receitas que tenho cá por casa (tenho uma coleção enorme de receitas soltas, livros, um dia falo-vos sobre isso) e uma das receitas que tinha anotada num papelinho solto era precisamente sobre "Gelados cremosos". Foi mesmo essa que escolhi.

A receita é super fácil, económica e muito rápida. Não demorei mais de 10 minutos a fazer.

 

Vão precisar de:

- 1 pacote de pudim Boca Doce de chocolate;

- 1 litro de leite;

- 1 lata de leite condensado tradicional.

 

Modo de preparação:

Começar por preparar o pudim, conforme as instruções da embalagem - misturar o preparado do pudim em meio litro de leite e 4 colheres de sopa de açúcar (só coloquei 2). Levar a lume brando até ferver. - De seguida deixar a arrefecer. E é a parte de arrefecer que demora mais na receita :D :D :D

Numa liquidificadora, coloca-se o restante meio litro de leite, o leite condensado, e o preparado do pudim. Mistura-se até ficar cremoso.

Verte-se em formas de gelado de pauzinho e vai ao congelador umas 3-4 horas.

E estão prontos a ser devorados. Muito bons.

NOTA: pode-se alterar o sabor do pudim, e assim conseguir gelados de outros sabores. Como a experiência correu tão bem, numa próxima irei fazer gelados com metade sabor a baunilha e outra metade de morango.

São servidos?

 

SAM_1900.JPG

 

 

Reciclar - mais que um dever, uma obrigação!

Cá por casa sempre tive o cuidado de fazer a separação do lixo, mas confesso, nem sempre o fazia com todo o rigor, volta e meia algum pacotito supostamente reciclável ia parar ao balde do lixo indiferenciado. Mas desde que a minha filha nasceu, esse cuidado passou a minucioso. Não há pacotinho que possa ter uma segunda vida, que não siga esse destino. Primeiro, porque eu mesma quero passar um bom exemplo à minha filha e porque é de pequenino que se torce o pepino, estes hábitos devem ser incutidos desde cedo. Depois, porque ela mesma, que cresceu com estes hábitos, está sempre atenta e mal eu falho ela chama-me logo à atenção.

E aí por casa, costumam fazer a separação do lixo?

Ao princípio confesso que andar a colocar sacos reutilizáveis, de supermercado, para fazer a separação me desmotivava. Além do que 3 sacos desses no chão da cozinha nem ficavam bem. Até que consegui estes sacos junto da Sociedade Ponto Verde e, apartir daí, não houve mais desculpa.

 

SAM_1891.JPG

 

Mais uma estrelinha vai brilhar

Nunca vos expliquei o significado da imagem de capa do blog. 

A imagem foi feita por mim, e cada animal, cada objecto lá, tem um significado.

Óbvio que a mulher serei eu, o homem será o meu marido e a menina do desenho é a minha pequena grande princesa.

A tulipa no vaso, demonstra o meu gosto por plantas, simboliza o canteiro que tenho cheio de flores, e que à data que criei o desenho estava recheado de tulipas.

O quadro na parede são memórias, boas memórias, as únicas que devemos guardar conosco.

O estendal de roupa tal como o aspirador, simboliza o trabalho enquanto dona de casa.

O aquário com peixes, com um número de peixes bastante inferior ao que tenho de verdade, representa os peixinhos todos que temos, ao todo 21, todos eles nascidos cá em casa, nossos filhotes portanto. Infelizmente as mães morreram nos partos, são peixes de água quente e quando saem da mãe já é sob a forma de peixinho.

O ratinho é o Mickey, o nosso hamster de estimação... era o Mickey. O Mickey ficou entregue a um familiar enquanto fomos de férias, e nesse período magoou-se numa patinha. Ficou com a patinha entalada no túnel que tinha na gaiola, e como não a conseguiu desprender, ele roeu a própria pata. Adoeceu e acabou por morrer. É mais uma estrelinha a brilhar. Tivemos durante 3 anos um coelhinho, que era como se fosse um mebro da família, e morreu de velhice ainda não fazia tanto tempo assim.

Nos próximos tempos não vamos adoptar nenhum animal, apegamo-nos muito a eles e foram 2 perdas muito seguidas.

Sem Título.png

 

 

Cabrito em forno de lenha

Uma das vantagens de morar numa zona rural, não são só os passarinhos e os campos enormes, não é o cheiro a caca de ovelha pelas ruas , não é só o sair da porta e ter uma horta ali logo ao lado. Há os velhinhos fornos de pedra, onde já os nossos bisavós coziam o pão. E verdade seja dita, não há comida como a cozida nos fornos de lenha. 

Deixo-vos uma receita, tradicional, daquelas que é só mesmo para quem gosta. Confesso, eu não gosto de comer cabrito, mas quem o provou aprovou.

Desta vez não tirei medidas aos ingredientes que usei, portanto vou só especificar os ingredientes necessários. As medidas fcarão ao vosso gosto, até porque nos assados a minha opinião é que as medidas variam de gosto para gosto, há quem goste de paladares mais apurados outros não.

 

Eu comecei por colocar, na véspera, a carne a marinar em vinho branco caseiro, bastante alho picado, alecrim, colorau, uma folhinha de louro, um fio de azeite. O cabrito tem de ser muito bem limpo, retirar bem as gorduras em excesso para não dar um travo enjoativo.

No dia seguinte coloquei numa assadeira, o cabrito e a marinada, e coloquei um pouco de sal marinho. Levei ao forno de lenha bem quente. De vez em quando fui regando com o molho da marinada e vinho branco, para não ficar seco, mas manter uma textura estaladiça.

Acompanha com batata assada e arroz.

11752444_975548329154790_7430335492173817057_n.jpg

 

Testei e Comprovei: Sunkiss Jelly L'oreal

 

Nunca fiz coloração, gosto do meu cabelo tal como é. Ou se calhar até não é bem assim, e apenas seja receio de mudar. Mas gosto da cor dele e confesso, um brilho dourado nos fios de cabelo, em pleno Verão, era algo a que não consegui resistir.

 

A princípio, a falta de informação acerca do produto encheu-me cheia de dúvidas se iria ou não usá-lo. E se a tonalidade do cabelo se alterasse muito? Iria eu gostar do resultado?

Questões que com uma breve pesquisa rápido desapareceram. As opiniões acerca da eficácia divergem e portanto quis eu própria ter a minha opinião formada acerca do produto.

 

A cada 3 dias aplico o produto. Um pouquinho de produto na mão, do tamanho de uma noz, e espalho pelo cabelo. No fim uso sempre o secador de cabelo como intensificador de calor para aumentar a eficácia do sunkiss.

 

É um produto fácil de aplicar, sem lavagens nem complicações. Tem um cheiro agradável e não torna o cabelo seco.

No entanto, após 4 aplicações confesso, ainda não noto assim graaandes diferenças e volto a referir, usei sempre o calor para intensificar o clareamento dos fios de cabelo.

 

Como o produto ainda tem para mais algumas aplicações, fica a esperança que ainda venha a aclarar um pouco mais.

Brevemente partilho fotos do antes e depois.

  • Pág. 1/2